Conheça Eduardo Kobra: Artista e muralista brasileiro!

30/11/2016

Na periferia de São Paulo, surge por volta de 1987 e logo se espalha por toda a cidade o talento de Eduardo Kobra. Com o objetivo de levar arte para toda a cidade de São Paulo e, ainda, transformar a paisagem urbana por meio da arte para resgatar a memória da capital, Kobra desenvolveu o projeto “Muros da memória”.

O Kobra quer juntar nostalgia e modernidade em pinturas cenográficas e algumas até monumentais e com a ajuda delas, é possível criar portais para saudosos momentos da cidade. As cenas que o Grafiteiro Kobra pinta remetem aos personagens e as cenas das primeiras décadas do século XX.

kobra-muros-da-memoria

Nas obras do Grafiteiro Eduardo Kobra é possível ver a riqueza do traço, da luz e da sombra e o resultado que é pintado por ele são murais tridimensionais que dão ao público a possibilidade de interagir com a obra e propiciar também uma comparação entre o ar romântico e o clima de nostalgia que é contrastante com os grandes centros.

O Kobra faz exposições tanto no Brasil quanto no exterior e realiza pesquisas com materiais reciclados e novas tecnologias, como é o caso da pintura em 3D sobre pavimentos. A técnica pesquisada pelo artista já foi usada em um grafite realizado na Praça Patriarca, no centro de capital paulista.

A técnica anamórfica tem a função de “enganar os olhos” de quem a aprecia, pois ela pode parecer distorcida de um certo ângulo, contudo ao ser analisada do ângulo correto que foi o estipulado pelo Eduardo Kobra ela passa a ser um 3D com variações de profundidade e realismo.

kobra-3d

O mais recente projeto do Kobra Graffiti é o chamado “Green Pincel” que tem o intuito de combater de maneira artística as várias agressões que a natureza e o meio ambiente sofrem por meio da ação do homem.

kbra-greenpincel

As obras do Grafiteiro Kobra estão espalhadas por todo o Brasil, vamos conhecer agora cada uma delas, porque assim será fácil identificá-las ao ficar diante de alguma.

Eduardo Kobra no Brasil

1 – Oscar Niemeyer Praça Oswaldo Cruz, av. Paulista, em São Paulo, São Paulo

Um ano após a morte do arquiteto, Eduardo Kobra grafitou a pintura que tem 52 metros de altura por 16 de largura e está na parede lateral do edifício Ragi, na Praça Oswaldo Cruz.

kobra-niemeyer

2 – A Arte do Gol, Av. Hélio Pellegrino com av. Santo Amaro, em São Paulo, São Paulo

“A Arte do Gol” é um grafite que retrata o gol antológico de Falcão na Copa do Mundo de 1982 na derrota brasileira por 3 a 2 para a seleção da Itália. A obra foi feita em 2013

eduardo-kobra-a-arte-do-gol

3 – Belém Antigo, esquina da rua Castilhos França com a rua Portugal, em Belém, Pará

Belém Antigo é uma das obras de Eduardo Kobra que retrata como a cidade era mesmo diante de toda a evolução que vem tendo com o passar dos anos.

kobra-belem-antigo

4 – Candango Complexo Bancário, em Brasília

O Grafiteiro Kobra quis prestar uma homenagem aos candangos, que são trabalhadores de várias regiões do país que ajudaram a construção a capital federa. A obra tem 29 metros de altura é foi pintada no prédio da Caixa Econômica Federal, em Brasília.

kobra-candango

5 – Chico e Ariano, Avenida Pedroso de Morais, Pinheiros, em São Paulo, São Paulo

O painel desenvolvido pelo Estúdio Kobra conta com 11 metros de altura por 17 de largura e precisou de 300 latas de spray para ficar pronto.

kobra-chico-e-ariano

6 – Novos Ventos, nos tanques da Linde Gases Rodovia Cônego Domênico Rangoni, no trecho do sistema Anchieta-Imigrantes, que liga Cubatão a Guarujá, São Paulo

Kobra transformou dois grandes tanques que armazenam gases em uma verdadeira galeria de arte a céu aberto. A obra foi desenvolvida em dois dos maiores tanques criogênicos da Linde na cidade de Cubatão.

Eles são destinados a realizar o armazenamento de gases do ar em forma líquida. Para a pintura foram gastos 70 litros de tintas e os tanques tem em média 14 metros de altura e 17 metros de diâmetro, aproximadamente.

kobra-novos-ventos

7 – Mural da 23 de Maio, Av. 23 de Maio (próximo ao viaduto Tutóia), em São Paulo, São Paulo

O muro grafitado por Eduardo Cobra retrata como era a cidade de São Paulo ainda entre os anos de 1920 e 1930.

eduardo-kobra-23-de-maio

8 – Murais do Parque do Ibirapuera, ao lado do MAM Parque do Ibirapuera, em São Paulo, São Paulo

Chamado de “O Beijo”, o grafiteiro Eduardo Kobra prestou sua homenagem aos 60 anos do Parque Ibirapuera em São Paulo.

kobra-o-beijo

9 – Pensador Senac Tatuapé, em São Paulo, São Paulo

Inspirado na famosa escultura “O Pensador”, do francês Auguste Rodin, o Grafiteiro Kobra pintou a escultura na parede do Senac Tatuapé em São Paulo.

kobra-senac

10 – Muro das Memórias Caixa d’água, Senac Santo Amaro, em São Paulo, São Paulo

A pintura feita por Eduardo Kobra tem dois mil metros quadrados e toma quase todo o perímetro da caixa d’água da instituição de ensino. A arte exibe uma clássica cena dos anos 1950 da Avenida São João, no centro de São Paulo.

kobra-senac-santo-amaro

11 – Alta Mira, Rua Maria Antônia, São Paulo, São Paulo

O Mural “Alta Mira” retrata o projeto desenvolvido pelo Kobra Artista que visa mostrar o que o homem faz com o meio ambiente. O grafite fica na Rua Consolação com a Rua Maria Antônia, em São Paulo e o nome da obra faz um trocadilho com o nome da cidade de Altamira, no estado do Pará que é constantemente ameaçada por ser cercada de terras indígenas.

kobra-altamira

12 – Muro das Memórias Senac Tiradentes, em São Paulo, São Paulo

De um lado, a imagem é da antiga Rua Direita, datada de 1905 e do outro lado é uma imagem do viaduto do Chá ainda em 1950. A imagem é realista! Conta com 600 metros quadrados de área total e os artistas do Estúdio Cobra ficaram pendurados a mais de 40 metros de altura.

kobra-senac-tiradentes

13 – Gonzagão Recife, Pernambuco

O prédio que sedia a Prefeitura do Recife, na região central da cidade, também ganhou os traços do Grafiteiro Eduardo Kobra.

kobra-gonzagao

14 – Viver, Reviver e Ousar Igreja do Calvário, em Pinheiros, São Paulo, São Paulo

O trabalho feito pelo Grafiteiro Kobra conta com 39 metros de largura por 7 de altura e consiste em uma releitura de ícones arquitetônicos de São Paulo, como a escultura “Monumento às Bandeiras”, de Victor Brecheret no Ibirapuera e em Paris, como a Torre Eiffel.

kobra-igreja-calvario

15 – Brasil! muro da usina termelétrica de Macaé Rio de Janeiro

A responsabilidade pela pintura do painel foi o muralista Kobra e para ele pintar uma termelétrica foi uma das situações mais inusitadas da vida do artista. O painel tem quase 1.500 metros quadrados de pura arte. 15 profissionais espalhadas por 198 metros pintaram 12 imagens.

16 – Sem Rodeio, Av. Faria Lima, em São Paulo, São Paulo

Assim como a obra Alta Mira, a Sem Rodeio também objetiva cuidar dos animais e integra do projeto do artista que quer que a natureza e o meio ambiente não sejam agredidos pelo homem.

kobra-sem-rodeio

17 – Racionais MC’s Capão Redondo, São Paulo, São Paulo

O mural tem 14 metros de comprimento por 7 metros e meio de altura e foi feito por Kobra em janeiro de 2014. A obra tem o rosto dos integrantes do Radionais MC’s.

kobra-racionais

19 – Genial é Andar de Bike Oscar Freire, São Paulo, São Paulo

O mural pintado pelo Kobra é o mais novo. Nela, o Kobra Artista retrata o físico alemão Albert Einstein em cima de uma bicicleta e faz uma versão da sua famosa teoria da relatividade.

kobra-oscar-freire

20 – A Lenda do Brasil, Rua da Consolação, São Paulo

O mural tem 41 metros de altura por 17 metros de meio de largura. Ele mostra com cores vivas, o piloto Ayrton Senna de capacete e com o olhar expressivo.

kobra-ayrton-senna

21 – Etnias – Todos Somos Um, Boulevard Olímpico, Porto Maravilha, Rio de Janeiro, RJ

Antes mesmo de dar início a pintura, a equipe do Estúdio Kobra passou um mês preparando a superfície no Rio de Janeiro, pois era preciso tapar os buracos e pintar o muro de branco.

Após isso, todos os dias das 8h às 19h, Eduardo Kobra e sua equipe pintaram o muro com esmalte, látex e spray. Foram no total 70 dias de trabalho e gastos 1890 litros de tinta branca para a base e 2800 latas de tinta spray.

kobra-etnias

Eduardo Kobra pelo mundo

Assim como no Brasil, Eduardo Kobra também tem diversas artes no exterior. Vamos saber quais são?

1 – O Beijo High Line, em Nova York, EUA

A famosa fotografia de um marinheiro beijando uma enfermeira em plena Times Square no dia em que os EUA venceram o Japão na II Segunda Guerra, em agosto de 1945, foi retratada pelo grafiteiro Eduardo Kobra.

kobra-beijo-high-line

2 – Arthur Rubinstein Lodz, na Polônia

O tema do mural é o grande pianista Arthur Rubinstein. A obra foi concluída em apenas cinco dias mesmo sendo pintada em uma parede que tem 28 metros de comprimento por 22 metros de altura.

kobra-arthur-rubinstein

3 – Artistas, em Wynwood Miami, Flórida, EUA

Esse mural foi feito por Eduardo Kobra e depois foi o mesmo artista que o restaurou. Feito em 2014, sobre Basquiat, Salvador Dali, Frida Kahlo e Andy Warhol. O quarteirão pintado por Kobra tem 80 metros de comprimento por 5 de altura.

kobra-artistas

4 – A Bailarina, Moscou, Rússia

Em uma das principais companhias de balé do mundo, a parede com o desenho de uma bailarina foi pintada pelo artista Eduardo Kobra.

kobra-a-bailarina

5 – Malala, em Roma Itália

O mural foi pintado na histórica Via Prenestina em Roma e retrata o poderoso retrato de Malala Ypusafzai que foi um ativista pelos direitos à educação e os direitos das mulheres.

kobra-malala

6 – Olhar a Paz em Los Angeles, Califórnia, EUA

É um grafite que comtempla em si a imagem da Madre Teresa de Calcutá, Nelson Mandela e Martin Luther King. A obra faz parte do projeto “Olhar da Paz” que reúne diversas figuras importantes que lutam pela paz mundial.

kobra-paz

7 – Sarasota Antiga Sarasota, Flórida, EUA

Trabalhando 12 horas por dia, Eduardo Kobra concluiu o seu trabalho em, ainda, duas outras intervenções. O Estúdio Kobra e o grafiteiro fizeram de maneira simultânea uma obra em 3D.

kobra-sarasota

8 – Abraham Lincoln, Lexington, Kentucky, EUA

Kobra também foi o responsável por grafitar o ex-presidente norte-americano Abraham Lincoln.

kobra-lincoln

9 – Fight for Street Art, Williamsburg, Brooklyn, EUA

Apto para fazer diversas releituras, o grafiteiro Eduardo Kobra também fez uma releitura da cena clássica de Andy Warhol e Jean Michael Basquiat.

kobra-street-art

10 – Alfred Nobel, Cidade de Boras, Suécia

O mural conta com 16 metros de altura por 10 metros de comprimento e foi desenvolvida uma imagem em 3D que é a imagem do Prêmio Nobel, pois isso valoriza a história do criador do prêmio que foi Alfred Nobel.

kobra-alfred-nobel

11 – Mariachi, San Miguel de Allende, México

É uma pintura que retrata um músico mexicano e que foi feita pelo muralista Eduardo Kobra.

kobra-mariachi

12 – Ritmos do Brasil, Tóquio, Japão

O painel entregue em Tóquio faz uma referência à diversidade musical brasileira e, do outro lado da rua, há um outro painel de uma mulher japonesa do século 19, que ainda não tem nome. Os dois painéis conversam entre si, pois a personagem clássica olha e descobre um país com grande diversidade musical que é o Brasil.

kobra-ritmos-do-brasil

13 – O Beduíno, em Dubai Emirados Árabes

A arte tem 30 metros de altura por 12 metros de largura e a inspiração para o artista veio de um personagem fundamental para a formação de Dubai que é o beduíno mesmo com toda a modernidade da cidade.

kobra-beduino

14 – Mural ainda sem nome, Papeete, Taiti

A inspiração do artista veio da obra monumental de Paul Gauguin. Com 15 metros de altura por 8 de largura, a obra retrata duas nativas do Taiti.

kobra-papeete

15 – Bob Dylan, The Times They Are a-Changin Minneapolis, Minnesota, EUA

Essa foi considerada a maior obra do Kobra Grafiteiro no exterior. O projeto foi desenvolvido em uma parede de 50 metros por 20 em um prédio Art Deco, na esquina da Henneping com a S. 5th Street, no Centro da cidade. Segundo Kobra, painel será permanente e terá mil metros quadrados.

kobra-bob-dylan

16 – Hamlet West Palm Beach, Florida, EUA

Esse mural conta com 7 metros de largura por seis metros de altura, na fachada do Dramworks Theater, ao lado da porta principal der entrada, no cruzamento da Narcissus Avenue com a N Clematis SY, principal avenida de West Palm Beach, na Florida.

kobra-hamlet

17 – Einstein vai à Praia West Palm Beach, Flórida, EUA

Mais um dos painéis do artista que retrata o cientista Albert Einstein.

kobra-einstein

18 – Give Peace a Chance Wynwood, Miami, Flórida, EUA

O objetivo do muralista é incentivar a paz em um mundo tão conturbado por meio de cores e de pessoas que lutaram pela paz no mundo todo. Foi inspirado na cena clássica de John Lennon e Yoko Ono.

kobra-give-peace-a-chance-wynwood

19 – Stop Wars Wynwood, Miami, Flórida, EUA

O artista está atento ao que está na moda e usa esses elementos com o objetivo de incentivar a paz entre as pessoas pedindo que elas parem de guerrear, por isso foi usado o personagem Yoda de “Guerra nas Estrelas”.

kobra-stop-wars

20 – The Fallen Angel (O Anjo Caído) Wynwood, Miami, Flórida, EUA

Essa obra faz referência aos graves problemas que tem no planeta tem que são as guerras, as agressões ao clima e o terrorismo.

kobra-anjo-caido

21 – Muddy Waters Chicago, Illinois, EUA

Esse mural tem 20 metros de largura por 40 metros de altura e está em uma área considerada nobre da cidade, bem próximo ao Chicago Theatre e à Harold Washington Library Center.

Inicialmente, a pintura não seria na parede onde foi realizada e isso fez com que o projeto fosse alterado para outra parede, em outro prédio com o dobro do tamanho para a pintura do mural.

kobra-muddy-waters-chicago

22 – Rio Tóquio, Japão

O mural foi entregue em junho deste ano e tem mais de 54 metros de altura por 10 de largura e a obra mistura elementos cariocas, como o Cristo Redentor e o calçadão de Copacabana.

kobra-toquio

 

23 – Armstrong (nome não definitivo) Cincinnati, Ohio, EUA

O legado conquistado pelo astronauta Neil Armstrong está sendo exibido em Cincinnati, pois o grafiteiro Edardo Kobra pintou um painel com esse tema. A pintura tem 7.632 metros quadrados de arte ao ar livre.

kobra-armstrong

24 – Anne Frank, Amsterdã

Kobra pintou o mural da menina Anne Frank. Ela foi morta em fevereiro de 1945 pela barbárie nazista no campo de extermínio Bergen-Belsen.

kobra-anne-frank